terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Profissões da Moda para Comunicadores

Nenhum comentário:

Além das profissões que requerem formação específica em moda, muitas outras estão relacionadas ao mundo fashion. Confira quais são elas e quanto se ganha:

Assessoria de imprensa

Conceitua, redige e divulga as informações sobre empresas ou profissionais da moda. Pelas suas características, o setor exige especialização do jornalista. Além de conhecer o negócio da moda em profundidade, deve manter uma ampla rede de relacionamentos entre formadores de opinião e jornalistas especializados. A formação básica em jornalismo precisa ser fortalecida com atualização permanente. A expansão da área está diretamente ligada ao crescimento do setor.Remuneração: inicial em torno de R$ 1.500; o profissional experiente pode ganhar mais de R$ 5.000.

Editora de moda

Responsável pelas reportagens de moda em revistas, escreve e coordena o trabalho de fotógrafos e produtores. Além da faculdade de jornalismo, deve ter boa noção de estética, fotografia e história da arte. Como cada publicação precisa de apenas uma profissional, as oportunidades de ocupar um cargo são bem reduzidas.Remuneração: como o cargo exige muita experiência, o rendimento médio situa-se em R$ 4.000.

Fotógrafo de moda

Responsável por concretizar em imagens as concepções que orientam uma seleção de roupas para uma reportagem de moda ou as coleções de uma confecção. O trabalho exige sensibilidade, cuidado estético e capacidade de planejamento, além de grande domínio técnico. A consagração depende de se encontrar um estilo próprio.Remuneração: os cachês para iniciante podem começar em R$ 150,00. Um profissional consagrado negocia seus preços

Jornalista de moda

A consolidação do mercado de moda fez surgir o profissional que se dedica a escrever sobre o tema, da criação ao aspecto econômico. Geralmente, estuda a história da moda e tem preparação para cuidar da parte visual do trabalho jornalístico. O sucesso depende muito de estar ligado no que acontece em outros países, do que já foi moda no passado e da capacidade de avaliar as tendências.Remuneração: salário inicial R$ 1.200. Um profissional de renome pode trabalhar para diversos veículos e ganhar mais de R$ 12.000.

Produtora de moda

Trabalha com campanhas publicitárias, eventos e publicações, selecionando e organizando roupas e acessórios, procurando locações e escolhendo fotógrafo, maquiador e modelos. Sempre há procura por essas profissionais.Remuneração: de R$ 800 a R$ 1.300 por mês para quem está começando. Pode chegar a R$ 5.000.

Produtor de desfile

Desenvolve a idéia e coordena tudo que envolve um desfile. Precisa saber dirigir uma equipe grande (luzes, técnicos, modelos, costureiras, maquiadores) para que tudo seja feito no tempo certo e sem erros. Não existe formação específica para a atividade. Em geral, os cargos são ocupados por profissionais que fizeram teatro, cinema ou TV.Remuneração: o profissional recebe por trabalho, de acordo com o tamanho e a importância do evento. Com uma responsabilidade enorme, um diretor de desfile, se já for conhecido, pode ganhar muito bem. Em contrapartida, muitos jovens, para entrar no mercado, trabalham quase de graça.

Produção executiva de desfile

Função de quem cuida dos detalhes do evento – som, iluminação, organização dos participantes, platéia, infra-estrutura dos bastidores etc.

Fonte: Fashion Insight

sábado, 9 de maio de 2009

CAPRICHO faz parte da minha história.

2 comentários:
Comecei ler CAPRICHO quando estava da 5a série, e minha amiga Susana, levava as que a irmã dela assinava, para eu ler...me lembro uma das capas que mais gostei, até hoje...

era sobre a CAPRICHO especial da Disney, com uma foto linda do Mickey em frente ao Castelo da Cinderela

Quando eu estava na 6a série, minha mãe comprava a revista para mim, para eu "não ficar pegando emprestadas as coisas dos outros" como ela costumava dizer...minha primeira CAPRICHO compranda em banca custou CRZn 6.000...sim...6 mil cruzeiros novos...hahaha

Isso era 1992 e eu tinha 12 anos...lembro que a capa era rosa, e se não me engano era a revista que falava sobre o corpo, algo assim...as capas da revista eram lindas, super bem produzidinhas...quando comecei a ler, não tinha esse boom e esse frisson todo em cima das estrelinhas de Hollywood...agora toda quinzena só tem Jonas Brothers (que sinceramente, se fossem brasileiros e de classe média, ninguém ia saber qual deles é qual, de tão carinha comum que eles têm), Miley Cirrus e seus dentinhos de fora, a Selena Gomez...que passa num seriado da Disney Channel, e claro...muito, mas muito mesmo o elenco do High School Music e do filme Crepúsculo...

Na minha época a revista falava de assuntos relevantes, como a primeira vez, relacionamento familiar, literatura, graduação (tenho matérias sobre a profissão Publicidade, que tirei das edições, e estão na minha pastinha nostálgica "I wanna be advertiser"...agora sou...eeeeeehh)Enfim, a CAPRICHO era formadora, mas do que de opinião, ajudadora de formaçãop de caráter e tb de ideiais, estilo de verdade...

Tive por muitos, mas muitos anos mesmo a assinatura e a cancelei há uns 4 anos atrás. Agora só compro quando dá na veneta, direto nas bancas...

Agora o que se vê é muito, mas muito mesmo matérias sobre a vida alheia...sobre os "zé ninguém" ou as estrelas de fora...e as meninas acabam se espelhando nesses estereótipos e não formando suas próprias personalidades.
Mas tá valendo...

E hoje, eu, na Saraiva, entrei para comprar um livro, meu presente salarial do mês...rsrsr (comprei o livro "A viagem de Théo"...em outro post falo mais sobre...), peguei um caderninho para continuar anotando o treinamento da empresa pq o meu acabou e ...PEGUEI UMA CAPRICHO...peguei pq estava com saudade de comprá-la e ver o editorial de moda e as matérias de estilo...na capa, uma das atrizes jovens que mais gosto, a Marjorie Estiano, que tb foi um estímulo para a compra...

No caixa, pagando, a menina anotando meu CPF para pontuar no meu Saraiva Plus, enquanto olha a capa da revista, enquanto passa no leitor de código de barras, diz assim:
"Hum...Capricho..." (com cara de quem diz "Sua quase balzaquiana, vá ler NOVA ou Cláudia")
E eu sem graça, digo, de saia justa..."É pra ler ver moda"
Mas comprei sim, com meu rico e suado dinheirinho, pra ver moda, pra ler as matérias bobinhas, pra recortar e colar na agenda (sim, tenho várias agendas e uma delas é a nostálgica agenda diário, de confissões e colagens de fotos e revistas...)
Bela e formosa sai da Saraiva com a minha revista na minha sacolinha amarela
Leio mesmo...leitura nunca é demais...
E CAPRICHO, com estrelinhas quase apagadas ou dos bons tempos, será sempre CAPRICHO...desde os tempos aureos que minha mãe lia as novelas, desde os tempos que eu sonhava com o leonardo Vieira e o Fábio Júnior...

É, amor a gente não explica...nem pelos ídolos, nem pelas revistas, nem por nada. A gente só ama e essa será uma revista que gostarei de fazer assinatura para minha filha, quando ela quiser...


segunda-feira, 30 de março de 2009

Sex and The City...asaga pela compra do DVD

Nenhum comentário:
Em 28 de outubro do ano passado, saiu nos Estados Unidos, o DVD do filme "Sex and the City"

Aqui no Brasil ainda está em pré-venda...eu ia comprar, aliás só vi em um site, no All DVD, que não conheço e não sei se é idôneo...

Como fã incondicional (do Sex and the City...mas com consciência), eu ia cometer a loucura de gastar 50 reais em algo que nem sei se ia chegar, mas não vou mais...vou esperar para comprar quando sair

Simplesmente pelo fato d'eu achar uma injustiça esse tanto de frescura e burocracia para a venda aqui no Brasil

Talvez, deva-se isso ao fato, de tudo aqui ser envolto em deslumbre, em engrandecimento de pequenas coisas...dar bola pra Calypso, mulheres fruta, celebrização de "Seu Zé Ninguém"...daí quando é algo que realmente vale a pena, é óbvio que não vai se deixar passar a oportunidade de fazer todo esse frisson...

Mas aqui está a capa do filme

Ah, detalhe que nos EUA tem a versão do DVD em Blu-Ray tb...humpf

quarta-feira, 11 de março de 2009

O sutiã de bojo e o dia 8 de março

Nenhum comentário:

Dia 8 de março...

De manhã, meu namorado me liga e me felicita! Bom pra acordar feliz, pq não importa o motivo, importa o carinho que recebi e recebo dele

Mas o Dia das Mulheres é mais um dia dos "excluídos" e não sei se isso é bom, se é bom comemorar-se por isso

Ah, ser chata pra quê tb, né? Já que a maioria das pessoas deseja felicitações para as mulheres sem saber de onde surgiu esse dia, apenas por comemorar

Se fosse assim, a gente entraria num âmbito de chatisse insuperável, pq dai iríamos classificar a Páscoa, a Abolição, o dia da tartaruga ninja (brinquei, vai...) e etc et etc

Parabéns (ou não!?) atrasado

E particularmente, não curto isso de QUEIMAR SUTIÃ

Os meus são de bojo e não custam barato... =)