segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Vou parar de perder meu tempo...


Oi meninas!! Tudo bem com vcs?

O post de hoje costura várias partes, mas tem uma conclusão... =))

Sábado de manhã, Mazzii me deixou no supermercado, fiz umas comprinhas básicas, depois passei na papelaria pra comprar um detalhe pra finalizar o quadrinho que estou fazendo.

Vim pra casa, era cedinho ainda, umas 11h30 da manhã e estava passando uma entrevista que eu queria muito ver, da Mayana Neiva, a Desireé de Tititi. Queria ver, mais durante a semana torci o nariz ao ver que a entrevista seria na Tv Xuxa.

Eu, há uns 5 anos atrás fiquei uma pessoa bem azeda, desacreditada do amor, das coisas boas, da felicidade...era angustiada, apática...nem chorar eu chorava mais. Tudo por causa de um amor que nem deveria ter começado (ou deveria, pra eu dar valor ao amor verdadeiro, que eu vivo agora e que SIM, existe no mundo...e existem homens dignos de serem amados).

Fui eu, sentei, como boa menina educada e assisti o programa...relutando em olhar pra cara da Xuxa, sentindo afliçãozinha de estar vendo e escutando "aquela vozinha irritante" (já explico).
Na sequência teve um concurso de meninas desfilando, uma mais linda que a outra. Continuei firme, vendo a Tv Xuxa...rsrs...e eu ia chorando, me emocionando...

Ao longo do programa comecei pensar onde perdi a minha grande admiração e amor que eu sempre tive pela Xuxa, que de uns tempos pra cá eu só conseguia ver como "uma pessoa chata, que vive num mundo irreal e não cresce".

E me dei conta (ainda estou me dando conta aos poucos...rsrs) que ela é uma pessoa feliz que pode ligar ás vezes pras opiniões alheias, mas que vive sua vida do jeito que bem quer, de um jeito meigo e faz bem pras pessoas (apesar da declaração que saiu na revista, que ela iria pra Itália - na época que o Senna estava lá, pra tentar voltar com ele, mesmo ele namorando naquela época com a Adriane Galisteu - serviu para eu ficar mais "pé atrás" com ela do que eu estava, mas cada um com seu cada um).

Dai reuni as coisas...e comecei a analisar que agrupei todos meus sonhos, meus ideais, meus gostos e juntei tudo numa coisa só da decepção amorosa. E com isso foram embora tb meus "líderes amorosos", como gostar de coisas cutes, a própria Xuxa e até alguns lugares que eu queria conhecer, só porque eventualmente me lembravam o "fulano".

Mas hoje eu vejo que não dá pra continuar com esses "rancores invisíveis" na minha vida, nem por quem valeu a pena e não vale mais e nem por quem nunca valeu a pena.

Rancores invisíveis que não são palpáveis ou enxergáveis, mas que doem quando a gente dá vazão a eles, quando se deixa levar a toa, quando se perde.

E é isso, vou parar de perder meu tempo me pautando pelas coisas que me doeram e pessoas que tentaram me fazer mal (tentaram, porque hoje estou aqui, bem, feliz, realizada e a espera de um projeto, talvez o maior deles) estou gerando, com a graça de Deus, uma nova vida, que merece vir cheia de esperança e sonhos para conquistar seu lugar na vida, na profissão, no mundo.

Há tantas pessoas boas, que gostam de mim e que me trazem na lembrança com amor, com carinho e ás vezes a gente perde tempo prestando atenção á pouquíssimas pessoas que não valem um milésimo de segundo dos nossos pensamentos (mas esquecer é difícil...eu sei perfeitamente bem).

Mas mesmo que eu me lembre de uma ou de outra pessoas que me entristeça (isso inclui algumas pessoas que se diziam amigas tb) que isso não me traga um fel, não estrague meu dia.

Não vou perder meu tempo não amando o que amo!!!

É isso meninas...se vcs estiverem nessa situação, parem de perder tempo com coisas que não valem a pena e amem sempre.

Beijo, Ci

Um comentário:

  1. Ci, adorei a sua visitinha no meu blog e orbigada pela dica do bom retiro..realmente calça na renner eh mais barata, mas a que eu experimentei, eu nao gostei!! Curti seu blog, ja vou segui-lo. Bjs

    ResponderExcluir

Comente! Gostaria de saber o que você pensa sobre o assunto =)