quarta-feira, 30 de março de 2011

A "novela" das pedras nos rins do meu esposo está acabando.

4 comentários:
Oi meninas...não consegui postar ainda pra vcs sobre o chá de bebê da Luisinha, desculpem...

A "novela" das pedras nos rins do Marcelo está quase no fim, mas ainda não está.

Mas graças a Deus, hoje, ele conseguiu fazer a tomografia no hospital que ele trabalha, o chefe dele conseguiu encaminhamento (que demoraria até 24 de abril pelo convênio - pra que se tem certos convênios, mesmo?? ou sairia por R$ 510,00 pelo Lavoisier - isso pelo plano popular...imagina se não fosse).

Orem por nós meninas, para dar tudo certo, ele operar e ficar tranquilo, sem as dores horríveis que vem sentindo.

Um beijo, Ci

segunda-feira, 28 de março de 2011

O chá de bebê!!

2 comentários:
Meninas, passei só pra dizer que o chá de bebê aconteceu ontem, dia 26 de março, na casa da minha mãe e foi um sucesso.

Como estou mega cansada e o esposo está doentinho, depois volto para mostrar fotos e contar maiores detalhes pra vcs.

Um beijo, Ci

quarta-feira, 23 de março de 2011

Mêsversário de casamento + Closet da Maria Luisa + Roupinhas lavadas

6 comentários:
Oi meninotas...olha eu por aqui... =))

A "louca da coberta" (piadinha interna...rsrs) aqui esqueceu de fazer uma homenagem para um dos dias que não sai do nosso calendário de comemoração, meu e do Mazzii...dia 22 de cada mês.

Ontem, corri tanto, coloquei louça em dia, coisinhas do chá de bebê e demais coisas, que nem escrevi sobre o aniversário do nosso casamento.

São 10 meses de casados na igreja (dia 15 fez 10 meses de casados no civil).

Ser feliz é a cada dia ter paciência e saber que fez a escolha certa na vida. E é assim que me sinto a cada dia, quando abro os olhos e recebo o beijo de bom dia do meu esposo e a cada momento que ele está comigo, mesmo que dormindo.

E finalmente as roupinhas da Maria Luisa foram para a lavagem...ficou uma gostosura, tudo limpinho (agora esperando apenas para serem passadinhas e dobradas) - depois posto as fotos, fiz uma montagem no Photoshop, mas ficou pequenininha.

Ah sim, e amanhã eu iria a dois compromissos de moda, mas vou preferir ficar aqui por perto mesmo, pra terminar os copinhos do brigadeiro e a faixa para a parede (ou dar aquele pulinho rápido na 25 de março.)

Em primeiro lugar, pq não estou conseguindo pensar em outra coisa a não ser no sucesso do chá de bebê da Malu e em segundo lugar pq preciso descansar bastante e bater perna o mínimo possível (mesmo pq essa dor pélvica não me anima a ir longe por longos períodos mesmo)

Ontem minha mãe trouxe dois macacõezinhos RN, pq o que a Maria Luisa tem são a partir do P e minha mãe achou muito compridos.

Hoje veio aqui em casa a cabelereira que faz meu megahair, a Dagmar. Ele foi super bacana...falei que não tive tempo ainda pra sair e comprar mais cabelo e ela fez gentilmente uma tiara de trança na parte da frente do meu cabelo, pra eu não ter trabalho.

Um beijo e até mais, Ci

domingo, 20 de março de 2011

Móveis da Maria Luisa + Como fazer: Lembrancinhas do chá de bebê + A alegria de eliminar tranqueiras

8 comentários:
Oie meninas...olha eu aqui de novo.

Vim mostrar para vcs a "novidade" que chegou.

Na quinta feira chegaram os móveis da Malu, entregues religiosamente na data pela Decorita Baby. Compramos na unidade de Santana, próxima ao Shopping Center Norte.

Agora precisamos pintar as paredes para agendar o montador...tudo correndo, pq ela está quase chegando, né? =))
Compramos o berço que já comentei com vcs e coloquei uma foto de como ele se parece (não é igualzinho, pq o da foto era da Cavalinho de Pau, na Braz Leme e o dela é da Decorita Baby) e a cômoda, pois na parede de cá do quarto já havia um guarda roupa embutido qdo compramos o apartamento.

E hoje mostro pra vcs mais um (mais ou menos, né?), Passo-a-Passo. Hoje será da lembrancinha do chá de bebê.

Na Sé, naquelas casas de essências, comprei mini tubos de PVC, que custaram, cada um R$ 0,49 (com a tampinha). Comprei 50 unidades, pq as lembrancinhas serão para as mulheres presentes no chá.

Comprei há um tempo, na Matsumoto da Barão de Duprat, essa folha adesiva inteira, para usar na impressora.

Aqui, já o adesivinho que fiz no Photoshop, com uma rosinha e o nome da bebê no centro da flor. A decoração será em rosa e verde e fiz os adesivinhos na mesma cor para seguir o padrão.

Nessa foto, já os adesivos recortados.

Comprei na Matsumoto tb essas tag's básicas de chá de bebê. Achei que tinham um visual clean, então não me preocupei em personalizar esse ítem. Fica até bonitinho escrever alguma coisa a mão e essas tag's acho tão clássicas que preferi optar por elas.

Para encher os tubinhos optei por comprar essas balinhas em formato de coração com sabor variado de frutas.

Aqui nessa foto, já os tubinhos cheios com as balinhas de coração.

E aqui, as lembrancinhas prontas, com adesivo, lacinho e tag de agradecimento.

Quero falar hoje também sobre uma das coisas que mais gosto de fazer...limpar e jogar fora as tranqueiras. Dá uma leveza na alma, me sinto super bem, feliz.

E é um ótimo modo de praticar o desapego tb (daquela agenda de 1900 e nada, que só faz peso, daquele adesivinho que o 1o namorado deu, daqueles papéis inúteis de propaganda e eventos que não servem pra mais nada).

Na brincadeira de hoje vão embora esse 3 sacos de lixo, cheinhos e repletos de "desapego" rsrsrs.

E de "presente" fica uma gaveta da sala cheia de espaço e organização e um armarinho de banheiro cheinho de produtos na validade e com embalagens com conteúdo (ai...confesso, já guardei diversas embalagens, que não tinham quase mais produto, só pq gostava da embalagem...rsrsrs).

Um beijo, Ci

sábado, 19 de março de 2011

Aniversário do esposo + Convites do Chá de bebê entregues + Eletrocardiograma

3 comentários:
Oi meninas!!!

Dia 16 de março o Marcelo fez aniversário...pela manhã eu fiz um café da manhã rápido pra ele, pq ele sai cedinho, pq trabalha longe. Dai para o jantar, fiz um arroz de forno, com vários ingredientes gostosos (azeitonas pretas, champignon, salsinha, queijo), ovos poché e um bolo de aniversário, pq aniversário só é aniversário que se preze com bolo, né?

Ontem terminamos de fazer os convitinhos do Chá de Bebê da Maria Luisa e coloquei vários no correio tb. Já organizamos os convites, o Marcelo distribuiu para vários amigos dele e já deixei alguns que são da família do lado dele lá na minha sogra, que ela faz a gentileza de entregar.

O convite ficou assim...deu trabalho (queimei muito os dedos com cola quente...rsrsr), mas valeu a pena.

Para não perder mais tempo, alguns fizemos com lacinhos de cetim, que ficaram tão bonitinhos quanto.

Essa semana que começa vou terminar de fazer os copinhos de brigadeiro, os palitinhos para as trufas e as lembrancinhas. Já imprimi a receita para fazer as queijadinhas de forno.

Ontem fomos a uma doceria enorme atacadista lá em Taboão da Serra (estavamos lá para entregar os convites para os amigos e família do Marcelo) e compramos mais copinhos descartáveis, travessinhas para as torradinhas, salgados e demais comes.

Compramos tb marshmallow, amendoim crocante e balas de iogurte, tudo da mesa de doces e petiscos. Agora fiquei satisfeita com a quantidade de copinhos.

Minha mãe encomendou com uma boleira de confiança o bolo decorado com a ursinha bailarina que usei nos convites e tb estará na faixa da decoração.
E antes de ontem Marcelo me levou no Pronto Atendimento do meu convênio, pq lá pra umas 21h30 comecei sentir muita dor no peito. Telefonei pro meu obstetra, que me disse (óbvio) que não há como diagnosticar direito assim, mas que poderia ser o desenvolvimento das glândulas mamárias, mas falou pra eu ir pro P.A. o quanto antes e que leve o resultado pra ele.

Foi medida minha pressão arterial, que estava normal, minha temperatura, que deu 36,9, e meus batimentos cardíacos.

Depois esperei mais um pouquinho e foi feito meu eletrocardiograma, que deu totalmente normal, graças a Deus. Mas antes ir ao médico do que ficar sofrendo com dúvida em casa.

O médico disse que provavelmente foi crise de stress. Falei pra ele que me stressei com a minha prima a tarde e a noite com os textos do grupo da igreja, que não consegui fazer.

Vai minha prima e comenta com a minha sogra o que aconteceu e disse que devo estar ansiosa, porque a bebê já está chegando...ah tá!? E o stress da tarde, não conta? rsrsrs...

Coitadinha da Maria Luisa que não tem nadinha haver com isso =))

Família...

E são essas as atualizações por enquanto. Ah sim, tem tb as roupinhas da bebê, que separei para lavar e cortei todas as etiquetas para evitar dar alergia nela. Minha mãe já trouxe o sabão líquido e amaciante específico pras roupinhas de bebê.

Beijo, Ci

domingo, 13 de março de 2011

Estou num momento de TDG...

3 comentários:
Oi meninas...tudo bem com vcs??

Me desculpem tanto tempo sem postagem, mas a verdade é que estou me sentindo sobrecarregada (com as roupinhas sendo compradas e precisando colocá-las em dia, lavadinhas e passadinhas), estou irritada (em grande parte por causa da família, que sabe "tudo", "que não estou comendo, que não durmo direito" e etc etc e que ficam dando palpite...a gente casa e muda de casa pra quê mesmo?? pra ter nossa própria vida, inclusive, não é?) e estou me sentindo atrasada com meus blog's, com minha função na redação no Ministério de Comunicação, estou cansada, dolorida...

Enfim, passei pra dar um oi pra vcs e desabafar um pouquinho...um período que precisamos de paz, ás vezes algumas pessoas tem me irritado muito, algumas coisas do mundo externo estão me tirando do sério (pq pessoalmente as coisas estão indo, esperando o nosso novo grande amor das nossas vidas, a Maria Luisa e com meu grande amor, meu esposo).

É isso...qdo passar essa minha TDG (Tensão durante Gravidez) eu aviso e continuo postando (pq ninguém merece passar stress pras pessoas que vem prestigiar e deixar comentários tão fofos por aqui...claro, tem as "caroço", que só vem xeretar, mas...a maioria é de pessoas queridas, graças a Deus).

Um beijo, Ci

sexta-feira, 11 de março de 2011

As dores mais comuns na gravidez

2 comentários:

Desde as mais suaves até as mais chatinhas, elas são um incômodo comum e onipresente. "As dores na gestação são alterações usuais, mas não obrigatórias", explica Daniela Maeyama, ginecologista e obstetra do Hospital São Luiz, de São Paulo, e especialista em reprodução humana. São diversos fatores que contribuem para o aparecimento delas, como o peso e o preparo físico materno, o tamanho do bebê e o quanto a mulher engorda ao longo do pré-natal.

Para que você não se surpreenda com o que pode vir - e também não se desespere achando que tem algo de errado -, listamos as dores mais frequentes nesse período, explicamos por que elas aparecem e ainda mostramos como aliviá-las.

1- Dor nos seios

Esse incômodo é comum, principalmente nas primeiras semanas de gestação. Nessa fase, as mamas aumentam de volume. A razão? Elas estão se preparando para a amamentação. "Nem todas as grávidas se queixam disso. Para algumas, isso chega a ser imperceptível", observa a ginecologista e obstetra do Hospital São Luiz, Daniela Maeyama. Além do tamanho, as mamas ainda sofrem outras alterações, não dolorosas, porém visíveis, como o escurecimento do mamilo e da auréola e o aumento da vascularização local.

2- Dor pélvica

Bastante comum, ela acontece por causa do crescimento e do enrijecimento do útero na gestação. "Na maioria das vezes, não está relacionada com nenhuma patologia, mas com as contrações que a mulher tem durante a gravidez", explica Mariano Tamura, ginecologista e obstetra do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo.

Essa dor tem intensidade e localização variável de acordo com o período da gravidez. "Aumenta principalmente quando o bebê inicia a descida da parte superior para a parte inferior da bacia", completa Daniela.

3- Dor lombar

O incômodo é consequência do peso da barriga, conforme a gestação avança. Para sustentar o corpo, é natural que a mulher mude seu eixo, projete o tórax para a frente e afaste as pernas. "É uma nova posição que o corpo encontra para se equilibrar. E isso força bastante os músculos da região lombar", explica Mariano Tamura. Ou seja, é uma dor totalmente previsível.

4- Dor na virilha e na raiz da coxa

"Aparecem geralmente por volta da 26ª semana e ocorre porque, nessa fase, o feto, o líquido amniótico e a placenta já somam um peso considerável sobre a pelve", explica a obstetra Daniela Maeyama. Essa sobrecarga comprime os músculos e com eles vasos e nervos. Na medida em que a gestação avança, portanto, o incômodo tende a aumentar. "Após a 34ª semana, o peso fica ainda maior. Nessa fase, os bebês chegam a ganhar 300 g a cada sete dias", completa a ginecologista do Hospital São Luiz. Como aliviar o problema? Com bastante repouso. Vale lançar mão também de alguns tipos específicos de cinta para gestantes. Nos casos mais intensos, o médico pode prescrever analgésicos.

5- Dor de cabeça

"O padrão hormonal da gravidez predispõe a mulher a ter sonolência e indisposição. Mas não a dor de cabeça propriamente dita", esclarece o obstetra Mariano Tamura. O que pode acontecer é o crescente inchaço, acúmulo de líquidos que afeta o todo o corpo. Por causa disso, a gestante fica mais predisposta a ter, por exemplo, a sinusite e, consequentemente, uma dor de cabeça. "A cefaleia pode ocorrer também nas primeiras semanas após a concepção devido à fase de adaptação hormonal e, sobretudo, nas mulheres com histórico de cefaleias frequentes e enxaqueca", completa Daniela.

Ainda assim, fica um sinal de alerta: se for permanente e muito intensa, a dor deve ser pesquisada para se certificar de que não há nenhuma alteração mais grave.

6- Cólicas

As cólicas são normais e estão presentes em todos os momentos da gravidez. Numa primeira fase, ela está ligada ao crescimento do útero e depois às contrações. "Mas ela deve ser relatada ao médico sempre. São um sinal de alarme cólicas intensas em demasia e acompanhadas de sangramento vaginal", alerta o obstetra Mariano Tamura.

Vale lembrar que, dependendo do tempo de gravidez, as cólicas podem sinalizar que está chegando a hora de o bebê nascer. "No final da gestação, é comum sentir cólicas leves e de curta duração, mas, se elas forem contínuas, durarem mais de 45 segundos e

7- Dor nas articulações

As dores articulares estão associadas ao acúmulo de líquido nas articulações, comum nessa fase. E isso causa dor porque deixa alguns nervos comprimidos, além de prejudicar a mobilidade dos dedos. "Por isso, é muito comum a sensação de dor ou dormência nas extremidades do corpo, muito frequente nas mãos e que pode até deixar a mulher mais atrapalhada", justifica Mariano Tamura.

8- Dores nas pernas

A gravidez sobrecarrega o corpo da mulher e, principalmente, seu sistema cardiovascular. E é ai que surgem os inchaços e as dores nas pernas. "A circulação fica mais lenta", explica a obstetra Daniela Maeyane. No calor, o inchaço fica mais evidente e o repouso traz um grande benefício. O que ajuda nessa fase: prática de uma atividade física, como a caminhada, o uso de meias elásticas de suave a média compressão, fisioterapia e drenagem linfática. "A ingestão de líquidos estimula o funcionamento dos rins e isso também colabora para a redução do inchaço", recomenda Daniela. Vale ainda evitar comidas salgadas.

9- Dores de estômago

Pense que na gestação, a cada dia que o bebê cresce, sobra menos espaço dentro de você. Por isso, é tão comum aquela sensação de estômago apertado. Nessa fase, também o sistema digestivo fica mais lento e assim a futura mamãe se sente cheia com uma quantidade menor de alimentos. A consequência são a azia e o refluxo. Para evitar isso, os médicos recomendam que a gestante coma pequenas quantidades em curtos intervalos de tempo. "Não se deite logo após uma refeição, especialmente à noite. Por questões mecânicas mesmo. Nessa posição, fica mais fácil a comida voltar", aconselha o ginecologista Mariano Tamura.