quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Olho no olho.

Nenhum comentário:

Para o Gato da Alice...

Nenhum comentário:
um pouquinho de chá =)

domingo, 16 de dezembro de 2012

Marketing e Inovação...

Nenhum comentário:

Cada vez que eu lia a palavra Tecnologia e Inovação, pensava em algo bem distante, algo chato, de gente cabeça, nerd, acima da média, os caras de óculos grandes que sempre tinham uma resposta genial que ninguém, a não ser eles mesmos, iriam entender...

Mas fico tão feliz em saber que tecnologia e inovação são coisas que fazem parte da nossa vida, ali, lado a lado e podem entrar em cena para tornar melhor inclusive nosso trabalho (não voltei a trabalhar ainda, mas estou buscando recolocação profissional e pesquisando os cursos para 2013...não dá pra aprar de estudar, autodidaticamente ou numa instituição).

O tempo que nos diziam "algo é assim, coisa tal é assado" não me convence mais, nunca me convenceu, não que isso seja "ó, uma grande coisa", mas sempre fui vanguardista, mesmo quando eu nem sabia o que significava sê-lo (e nem há milhões de pessoas também). 

Antes eu tinha um medinho tacanha de fazer diferente do que estavam esperando e simplesmente me estabacar e demorar muito pra reenguer minhas convicções na área que escolhi e até na vaga que eu havia conquistado. 

Sou de um tempo que era pregado uma visão de que, quem era de Publicidade ficava na agência, ou escrevendo e co-criando com sua dupla super legal, ou desenhando (o outro da dupla de co-criação), ou vendendo a propaganda (o Atendimento era o que mais se aproximava da "pessoa de Marketing" na agência), ou buscando onde seria vendida, ou planejando como ela seria vendida.

Já o marketing era uma coisa de gente de terno, que só não eram bancários porque não trabalhavam no banco (redundante pra ficar claro, sabe?!), mas da mesma forma procuravam as melhores possibilidades de vendas, quase como num telemarketing ativo, sendo duros e incisivos em seus objetivos. Essa postura de trabalho não me atraia em nada.

Num resumo bem básico, Publicidade e Marketing não se "casavam" muito bem. Mas de uns tempos para cá tenho visto que a agência não é mais aquele universinho paralelo, onde se ouve folk no Mac e sai pra almoçar num lugar legal todo dia com seu grupinho tchururu. 

É muito mais e tornou-se um ambiente de homens e mulheres mais antenados do que já eram, precisando sempre afiar suas visões lá na frente, com foco em resultados.


Já o marketing, para mim, tem tornado-se algo bem mais flexível, acessível e uma técnica, que com boa vontade e desenvolvimento de talento, os simples mortais podem alcançar.

Acabou que a técnica incisiva e dura está tomando forma de profissão humanizada, tocável (Mkt) e o mundo legal, quase oba-oba precisou se vestir de coragem e foco de negócios para se manter estável e alcançar seus objetivos (Publicidade).

Isso que escrevi não é baseado em fatos super reais (apenas nas minhas impressões) e nem em verdades absolutas ("Apenas os idiotas tem certeza absoluta" Professor Girafales...rsrsr)...é exatamente isso que quero estudar mais, me aprofundar...esse marketing que se abre e estuda a inovação, o "think out of the box" que é tão famoso (e de tão repetido, muita gente nem deu mais bola, virou carne de vaca, mas é muito importante continuar fazendo e pensando fora da caixa), a humanização dos negócios, sem perdê-los.

E disso eu gosto, saber que eu me encaixo em algum lugar...não quero mais e nem sou apenas aquela menina que começou a faculdade de publicidade querendo ser uma das pessoas da dupla (posso estar muito errada, mas depois de algumas agências que trabalhei, a panelinha não permite que serem vindos de fora façam parte desse mundo "fantástico de Bob", logo é retirado. espero que tenha mudado, esse período que estou fora), mas eu tb achava inalcansável ser uma menina "engravatada", trabalhando na dureza aparente do marketing, onde tudo que eu veria seriam enormes planilhas sem coração e choraria todo dia ao voltar pra casa por detestar o que estivesse fazendo. 

É isso, por hora acho que a inovação veio me salvar, me dar a mão e trazer essa redescoberta de mim mesma e de onde quero chegar, não apenas porque preciso de um "ganha pão", mas porque eu ame o que estiver fazendo, sem dor, sem sofrer e sabendo que sim, me lembrarei daquela frase famosa (da qual agora não me lembro o autor) "Faça o que você gosta e a vida toda você nunca trabalhará"

Beijos, Ci

sábado, 1 de dezembro de 2012

O VALIOSO TEMPO DOS MADUROS - Mario de Andrade

Nenhum comentário:
 Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a

frente do que já vivi até agora.

Tenho muito mais passado do que futuro.

Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas.

As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.



Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.

Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.

Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.




Detesto fazer acareação de desafectos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário-geral do coral.

'As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos'.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa...

Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta comtriunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade,

Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade,

O essencial faz a vida valer a pena.

E para mim, basta o essencial!

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Escova manual facial da Belliz

Nenhum comentário:
Dei um pulinho na "Perfumaria Princesa" da Rua São Bento pra comprar shampoo e mais umas coisinhas, dai eis que vejo essa escovinha super bonitinha, manual para o rosto.

Ela é MANUAL, portanto não treme-treme (Clarisonic, que custa em média U$$ 150) ou roda-roda ("Olay Pro X" em média U$$ 30 dolares) como as famosas escovinhas que são vendidas apenas no exterior, mas higiene facial é higiene facial e, pelo menos eu, mesmo guardando no porquinho pra pedir pra algum amigo mandar ou trazer pra mim, não estou com vontade de gastar esses valores por enquanto.
Sim minhazamiga...dá pra sobreviver com uma escovinha manual, ainda mais super bonitinha como essa que comprei.

Custou a belezinha de R$ 6,20.


Ainda não usei, mas as suas cerdas são macias.

Vem assim, nessa caixinha acrílica bonitinha...



 Tem uma "tampinha" acrílica pra proteger as cerdas.


 O cabo tem formato anatômico.


E a cabeça da escova bem que lembra as Top (já vi tb da Sigma, a marca famosa de pincéis, que chama Cleansing & Polish Tool e da Neutrogena, que chama Wave, mas o da Neutrogena não tem escovinha e tem também o da Avon americana, que chama Spa Finder)





Beijo, Ci

Seja criterioso(a) com o que disser sobre sua felicidade...

Nenhum comentário:

Que marravilha! Romance, com Regina Casé e Estevão Ciavatta

Nenhum comentário:
Hoje, depois de voltar da 25 de março (fui buscar umas coisinhas), assistindo a tv enquanto almoçava, consegui assistir dois programas que eu gosto muito.


 O primeiro foi o "Cozinha Prática", da Rita Lobo (não tem como não amar esse programa, faz toda receita chiquetê ficar super simples...até pras donas de casa da nova geração #akaeu) e o outro foi "Que Marravilha! Romance", do Claude Troigois.

  



Amei os dois, mas o que mais me chamou a atenção hoje foi o do Claude...os convidados eram a Regina Casé (sim, uma mulher de verdade e não uma das "fofinhas da Globo"...nada contra elas, mas adorei essa mudança nas obviedades) e o seu esposo, Estevão Ciavatta.



E sabe?! Nem precisava do adjetivo "romance" no nome do programa...ai...eu assisti suspirando. Muito fofa a história deles...com direito a casamento de verdade (ok! quem "junta" mas gosto de ver histórias de todos os tipos, por isso falei) e confirmação de votos (que coisa mais chique do mundo!). 



 Nessa versão do programa, Claude cozinha o prato preferido do casal, eles não precisam ser "xoxados" e nem enaltecidos com notas pelo prato que fez.





Que programa lindo! Espero que os próximos casais...se continuar essa versão, sejam tão apaixonados de verdade como eles dois e que não sejam escolhas óbvias, sejam casais fora do "padrão" que a sociedade está acostumada aplaudir na tv.

Por falar em aplaudir, não sei porque pegam tanto no pé da Regina Casé...tá certo, o "Esquenta" não está na minha lista de programas, mas ela é uma atriz super engraçada, talentosa e tenho boas recordações da personagem "Tina Pepper" que ela fazia na novela "Cambalacho" ( telenovela das 19 horas pela Rede Globo entre 10 de março e 4 de outubro de 1986. Eu tinha 6 anos na época e adorava) e também das personagens que ela fazia no "Tv Pirata".




Amei...e suspirei! ♥ Vou continuar me inspirando e fazendo pratos "românticos" com o meu amor.

Beijo, Ci

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Sombra verde e preta + batom Cereja Berê.

Nenhum comentário:
Comprei hoje a Gloss de novembro, que veio com uma revistinha gratuita de maquiagem.

Como eu estava com o rosto preparado, limpinho, fui tentar a maquiagem com a sombra verde (é, eu sei...não parece verde de jeito nenhum, do jeito que tirei a foto, mas é, acredite...rsrsrs)


Próximo á linha d´água e na parte debaixo do olho passei a sombra verde (que tem fotinho lá embaixo).

Dai na palpebra móvel esfumei com uma sombra preta super baratinha e boa, da marca Erato, que comprei na Goya (uma perfumaria que tem de tudo, adoro!)



Pra delinear usei o delineador em gel que comprei na Le Look, lá da Ladeira Porto Geral, aqui em São Paulo. Dai pra completar, passei o batom Cereja Berê, da "Quem disse, Berenice?" que comprei na loja do Tatuapé.



A sombra verde que passei na parte de dentro dos olhos é essa mais em destaque na foto, a mais clarinha.

A sombra preta que passei na pálpebra móvel...ela é um duo e vem com a cinza, que tb é bonita.


A máscara para cílios é a One by one da Maybelline, que eu já estava usando quando sai de casa (então, sai básica...máscara, blush e batom...fiz o olho na volta)

O blush que usei foi o marrom, de um estojinho da Luis Vance que comprei na 25 de março.


É isso por hoje pessoal, testei jeito novo de maquiagem em mim. É sempre bom fazer antes pra não passar aperto nas festas, passeios e eventos... =)

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

A brejeirice de um país Plus Size...e as lojas que não querem vender!

Um comentário:
Sim, linda menina (e menino)...se você veste a partir do número 44 (no nosso país "cabecinha"), você já é uma integrante do nosso time Plus Size.
E que mal há nisso? Não haveria nenhum, se as lojas de roupas ainda não vivessem no mundo de Alice e achasse que todo mundo vai consumir aquelas "mini" peças nas araras (que ás vezes não servem nem pros Mini e Medium Sizes).

 O discurso do "seu rosto é tão bonito" não cabe mais sozinho...emagrecer ou não é uma decisão pessoal, não estou falando isso...o que estou falando é que, não adianta rosto bonitos se não existe esse respeito da indústria fabril pra nós que esbanjamos nosso charme Plus...rsrsrs.

Sempre vesti 46 e depois que tive minha filha fui pro 50. Sou do tipo que se sente feliz sendo 46 e estou atrás desse objetivo (eu me sinto melhor assim, não é uma lei, nem estou falando que as pessoas precisam emagrecer...claro, só precisam se o peso estiver afetando sua saúde, dai é outra coisa). 

Mas veja só, mesmo eu querendo emagrecer, indo pra academia etc etc, não tenho a ambição e nem vontade alguma de ter o corpinho de cano pvc da Giselle Bundchen.


 Esse post é pra falar o que acho do Plus Size (gordinhas e gordinhos) super famoso hoje em dia, mas também pra reclamar de uma das lojas mais famosas de fast fashion...

Comentei no Twitter, mas quis falar aqui...a C&A me decepcionou com seus vestidos do "Fim de Semana Abusado".



Os vestidos eram lindos, com diversas cores, super na moda, mas...não serviam nem pra uma prima minha que é mignon e veste no máximo 40. pelo menos não os da C&A do Center Norte.

Ai...nem é protesto, é só reclamação mesmo...não tenho muita paciência pra mimimi.

É só aquela coisa...meninas...sejam vocês mignonzinhas, magrelinhas, plus, normal...sejamos felizes, né minha gente! (dane-se, em alto e bom som, quem ainda enche o saco por qualquer piadinha que a gente mesmo faça sobre nosso peso, que faça piadinhas com nosso peso, que encha o saco com o que a gente come ou não - no meu caso nem como muito, a gordura se instalou no meu corpo...rsrsrs...mas vou expulsá-la)

E lojas (C&A ou qualquer outra)...sinceramente, não acho que vocês queiram mesmo vender...as meninas, lindas, inteligentes e um monte de adjetivos, querem comprar e se sentir bem na roupa...não um "colchão amarrado pelo meio" como dizia minha avó. Se vocês quisessem vender e bem, fariam roupas que servem em pessoas com corpos de verdade e não só nas manequin das suas vitrines.

Não nos trate como ET´s, fazendo partes especiais nas lojas, escritas "Especial pra você"...isso não ajuda.

Beijo, Ci

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Eu levo o seu coração comigo - E. E. Cummings

Nenhum comentário:

I carry your heart with me
E. E. Cummings
.
I carry your heart with me
(I carry it in my heart)
I am never without it
(anywhere I go you go, my dear; and whatever is done
by only me is your doing, my darling)
.
I fear no fate
(for you are my fate, my sweet)
I want no world
(for beautiful you are my world, my true)
and it’s you are whatever a moon has always meant
and whatever a sun will always sing is you
.here is the deepest secret nobody knows
(here is the root of the root and the bud of the bud
and the sky of the sky of a tree called life; which grows
higher than the soul can hope or mind can hide)
and this is the wonder that’s keeping the stars apart
.
I carry your heart (I carry it in my heart)
.
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 
.
.
Eu levo o seu coração comigo
E. E. Cummings

Eu levo o seu coração comigo
(eu o levo no meu coração)
eu nunca estou sem ele
(a qualquer lugar que eu vá, meu bem,
e o que quer que seja feito por mim somente é o que você faria, minha querida)
tenho medo que a minha sina
(pois você é a minha sina, minha doçura)
eu não quero nenhum mundo
(pois bonita você é meu mundo, minha verdade)
e é você que é o que quer que seja o que a lua signifique
e você é qualquer coisa que um sol vai sempre cantar
aqui está o mais profundo segredo que ninguém sabe
(aqui é a raiz da raiz e o botão do botão
e o céu do céu de uma árvore chamada vida, que cresce
mais alto do que a alma possa esperar ou a mente possa esconder)
e isso é a maravilha que está mantendo as estrelas distantes
Eu levo o seu coração (eu o levo no meu coração)

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Eram loucos um pelo outro...super me identifiquei (C&M)

Nenhum comentário:
♥ "Eles não se entendiam, raramente concordavam em algo. Brigavam sempre. E se desafiavam todos os dias. Mas, apesar das diferenças, tinham algo importante em comum: eram loucos um pelo outro". (Diário de Uma Paixão, de Nicholas Sparks) ♥




segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Soneto de Fidelidade em ucraniano

Nenhum comentário:
Sonet loyalʹnosti (Vinnytsya de Moraes)


Z vsiy̆ moïy̆ lyubovi YA budu uvazhnym
Persh nizh , i z takym zavzyattyam , i zavzhdy , i obydva
Te , shcho navitʹ v umovakh bilʹshoï charivnistʹ
Y̆oho charivnistʹ bilʹshe moï dumky .

YA zhyvu kozhen moment bude
I v y̆oho chestʹ ya povynen poshyryuvatysya moya pisnya
I smikh miy̆ smikh , i prolyv slʹozy
Koly y̆oho horya abo y̆oho zadovolennya

I tomu , koly ya dyvlyusya piznishe
Khto znaye , shcho take smertʹ , tryvoha zhyvykh
Khto znaye , shcho take samotnistʹ, kinetsʹ lyublyachyy̆

YA mozhu skazaty , shcho lyublyu ( u mene buv ) :
Tse ne bezsmertni , tak yak polum'ya
Ale tse neskinchenne poky vin tryvaye .

Experiências simples e significativas.

Nenhum comentário:
Ontem foi um dia bem específico, interessante para mim...talvez um divisor de águas.

Na 5a feira Marcelo me deu um recado, para ele me levar a casa da madrinha dele, se fossemos na casa da mãe dele no sábado.

E eu fui sim. Primeiramente veio o padrinho da Malu, que está se recuperando de uma pequena cirurgia, dai ela desceu, cumprimentou a gente e começou orar por mim, eu em pé e sendo ungida com óleo de unção, com cheirinho de mirra.

Tudo o que tem me afligido, me impedido de certas coisas ela falou. As dores nas costas, as dores nas mãos, a dor de cabeça, a vontade de procurar meios para trabalhar enquanto a minha profissão não deslancha (creio que vai acontecer um dia).

Ela me fez essas revelações, e ainda ganhei um "essa semana será de vitórias". Meu coração fica feliz com essas mensagens, meu corpo ficou muito mais leve.

Foi uma experiência ótima, que talvez tenha transformado em mim até minha relação com a minha fé, fortalecendo-a, claro, mas também quebrando algumas coisas que eu acredito e vá se transformar...o tempo que vai dizer.

E claro, teve a visita a Dona Lídia, que eu gosto muito, que se parece inclusive muito com a minha avó que já perdi, a Laudina. comecei falando pra ela isso, mas não encontrava mais palavras e meu esposo resumiu numa palavra: chique.

Ela já tem 82 anos, mas mantém um porte fino, uma elegância, assim como tinha minha querida avó. Levamos a bebê para ela ver, saber que já anda e deixei claro que fazia questão, que não sou muito de fazer visitas, mas sempre falo pro Marcelo que quero ir vê-la. Ela gradeceu muito e meu coração estava quase explodindo de felicidade por estar ali, mas numa felicidade comedida, chique...rsrsrs

O sábado foi realmente muito bom! Das experiências simples e significativas para mim.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Se eu ouvisse (de verdade) isso antes ou "O caso de amor de um lado só, o lado idiota"

Nenhum comentário:
cara de madalena arrependida. cuidado pra não ficar com essa cara também.

Daquelas ilusões que eu tinha, ficou pouco, muito pouco e eu segui em frente...

Era essa perda, grande naquele momento, da qual eu precisava...perder a certeza de um alicerce que não existe...confiar em uma pessoa e uma coisa, mas se escorar e esquercer que tem sua própria existência, nem preciso dizer que é outro caso.

Acredite menina de plantão, homem mais velho (que há alguns anos é "hit da estação"), provavelmente vai ser dor de cabeça pra você no futuro, acredite. Só juntar as pecinhas do quebra cabeça...até mais simples...o básico 1+1 que não é 3, é 2, o óbvio.

Certas vezes (e como ela repetiu isso, mas eu levei na galhofa...) minha madrinha me disse: "Um cara de 32 anos, que mora distante da família, não se relaciona com a mãe e ainda não resolveu ter um compromisso sério até essa idade, não tá querendo mais nada, só passar o tempo..." (abre aspas, que eu tinha 22 anos na época, tinha acabado de ser transferida para uma ótima universidade, fazia inglês numa escola muito boa também e não precisava ter perdido com ele, quase 4 anos da minha humilde e bela existência)

Mas não, a bonita aqui (ou a bonita ai, né bem?), acha que o "tiozinho solteirão" é o príncipe que estava esperando a princesa certa na vida dele...hahahahahaha (desculpa tanta onomatopéia de gargalhada, mas quando a situação tão ridícula quanto bizarra passa e vai embora da vida da gente, olhando pra trás, é isso que dá vontade de fazer, e olha, incauta amiga...a ilusão se vai, graças a Deus).

Mas esse é só o começo do assunto...vou falar muito mais sobre ele. Vou tentar me conter para ser discreta, mas também não deixar passar detalhes que abram os olhos daquelas (e aqueles também) que querem ter seus olhinhos abertos e seguir em frente numa vida "linda, leve e rosa", solteiros ou com alguém que preste... rsrsr

Na boa, não estou dando conselho, mas escrevendo pra quem queira ler...e isso não é técnicamente conselho, não estou "correndo" atrás de você, dileto(a) leitor(a)...porque convenhamos, não sou psicóloga, sou publicitária. =)

E mesmo porque esse caso é bem pessoal (sem direito a nome, localização e outras coisas do dito cujo, o ex), mas quero escrever, porque não me conformo com tanta menina promissora, bonita, inteligente, se acabando por causa de traste.

Talvez sua história se pareça com essa minha, ou nem pareça, mas você tinha um tempinho e veio ler. O importante é trocar experiências, alertar a sua irmã, a sua tia, a sua prima e até sua mãe, porque não ?

E de verdade, não deixar que o que um dia foi amor se transforme na sua loucura...

Viu, tem muuuuito homem honesto, bacana, simpático no Brasil e no mundo, que quer casar, ou quer namorar direitinho, viver junto.

Já falei isso hoje ? Não perca tempo com um traste que só quer satisfazer o eguinho inflado dele.

Até mais ver =)

Paris, bem aqui...

Nenhum comentário:
Trago uma Paris subjetiva dentro da minha mente e do meu coração, desde sempre.

Os lugares, cafés e ruas clássicas fazem parte do meu imaginário e um dos meus maiores prazeres é ver aquele programas de viagens (50X1, Companhia de Viagem, Programa Amaury Jr) pra eu "viajar junto" quando eles mostram lá.

"As pessoas não tomam banho", "Franceses são antipáticos", "Tudo é muito caro" e muitas outras frases que não recordo agora, mas muita gente utiliza para "pixar" Paris.

Vem cá, particularmente acho que essas frases são todas de uma enorme dor de cotovelo coletiva, daqueles que gostam de denegrir um lugar, porque simplesmente nunca irão para lá e repetem o que ouvem de pessoas mal amadas que foram para lá...

Quem é que vai pra cheirar as pessoas, prioritariamente para fazer amizades eternas ou ficar comprando sem limites ?

Quero viver a aura, o romance, a beleza que existe lá...

Nunca fui, mas guardo como que numa caixinha esse amor por Paris, para um dia .

O nome é lindo, os monumentos são lindos, a história é linda e falem o que quiser...ou simplesmente concordem com a Audrey, assim como eu: "Paris é sempre uma boa idéia".

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Bolo Arco Íris

Nenhum comentário:
Ingredientes:
2 ovos (claras em neve)
4 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
2 xícaras (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de leite
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
Essência de baunilha
Corantes em gel com as cores do Arco Íris

Modo de preparo:

  • Bata as gemas, a manteiga e o açúcar por uns cinco minutos. Depois acrescente a farinha, o leite, a essência e bata até ficar bem homogêneo. Por último misture as claras em neve e o fermento.
  • Separe porções da massa de acordo com a quantidade de cores. Uma das porções deverá ser maior. Em cada porção coloque gotas de corante (veja no final da receita dicas para os corantes).
  • A primeira cor (que irá no centro da fôrma) deverá ser em quantidade maior para que cubra o fundo da fôrma. Não demore muito neste processo pois, a partir daí, lembre-se que a massa já está com fermento.Pegue com um concho, uma das massas já coloridas (a maior) e coloque no centro da fôrma. A próxima cor coloque por cima (isso mesmo, por cima) da cor anterior. Não mexa; como ficar deixe. Não se preocupe. Vá em frente. A terceira cor continue colocando por cima da segunda e assim sucessivamente.
  • Leve para assar por aproximadamente 30 minutos ou até que enfiando palito na massa, este saia seco.

  • Cobertura e Recheio:
    Utilize Chantilly, Buttercream ou creme de confeiteiro.

    Para um bolo com listras horizontais deverá fazer massa para tantas assadeiras quanto forem as cores.

    Dicas de Mãe

    Algumas pessoas perguntarão se não é possível colorir o bolo com beterraba, cenoura, agrião…nesse caso, cada massa teria uma textura o que poderia resultar num bolo nada leve. Gelatina? Gelatina também tem corante.

    Para bolo com listras horizontais, utilize assadeira do menor tamanho.
    Adapte a receita de acordo com suas necessidades e possibilidades.
    Coloque recheio e cobertura de sua preferência.

    Sugestão: com chantilly e ganache fica uma delícia!!

    Corantes

    Para fazer o vermelho: senão ficará rosa por causa da cor da massa; misture gotas do vermelho, uma gota de amarelo e uma de azul.
    Laranja: gotas do vermelho e amarelo.
    Amarelo: gotas do amarelo.
    Verde: algumas gotas do amarelo e do azul
    Azul: gotas do azul
    Roxo: gotas do vermelho e azul.