segunda-feira, 17 de junho de 2013

Uma reflexão sobre meu blog de moda e sobre escrever sobre o tema.

Uma reflexão sobre meu blog de moda e sobre escrever sobre o tema...

Meu bloguinho Olhar na Moda...o criei num momento que acreditei fazer sentido compartilhar o que eu conhecia/conheço sobre o tema e que me faria bem. Ele nasceu também para me auxiliar e ter uma atividade enquanto eu não tinha nenhuma atividade de renda. E também quando surgiam os blog´s de moda, por acaso ou não na época que estavam pipocando as It Girls.

Hoje em dia muitas pessoas sabem que quem escreve o blog (não em todos, mas em muitos blog´s) recebe (e muito bem) para falar bem de determinado produto. Eu nunca recebi nenhum centavo, nenhum sequer, para falar sobre os produtos que testava. E ai, eu penso, no que me valida dar uma opinião própria, se quem faz sucesso são pessoas que milhões de meninas acham que estão falando a verdade e a "gata" está recebendo pra falar bem?

Outra coisa que me cansa um pouco (e me desestimula muito) são as compras de seguidores nas redes sociais. Como vou saber diferenciar se essa ou aquela blogueira tem tantos seguidores porque escreve bem, tem algo interessante pra me dizer, que vale a pena ler seu blog ou que só está "bombando" porque pagou pra ter esse "sucesso".

Leio muitos blog´s, blog´s famosos, super comentados, ou alguns que tem como o meu, muitas visitas, mas as pessoas tem preguiça de comentar ou que muitas vezes não tem nenhuma visita (porque também acabo escrevendo quando posso)...então, sendo assim, concluimos que eu fiz o Olhar na Moda porque gosto do tema, não pra ser It blogueira.

Saber se vestir, nossas mães nos ensina desde pequenininhas(os), se é que você e o look do dia me entendem...

Você sabe que, no momento que comecei me pré-ocupar com a moda, comecei a me perder no jeito que eu me vestia?! Eu era a Cindy Fashion da escola, porque me vestia com originalidade, mesmo tendo que encarar um uniforme igual a de milhares de estudantes do 2º grau, dai de repente (e dois anos depois de uma gravidez, que também ajudaou nessa descaracterização de estilo...porque na maioria das vezes eu usava bata ou a blusinha que me cabia..rs).

A gente não pode deixar que as modas ditadas, os números gigantescos de visitas e mais um monte de coisas nos separe de nós mesmas(os).

Li que os blog´s de moda estão caindo da moda...controverso, né?! E me dá uma enorme vontade de fechar/cancelar o meu até passar essa onda e eu não ficar mais perdida em tantas ditaduras que aparecem diariamente, do top croped (pra quem só come alface e bebe água), do salto creeper (pra quem não tem mais onde gastar dinheiro, porque ele é horroroso demais), do caveirismo (vida e alegria, por favor, né gente? caveira é de muito mal gosto), do bigode (essa sinceramente me desafia mentalmente a descobrir de onde apareceu. tipo, bigode?!), do jeans com jeans (sempre usei e nunca passei mal, nunca sai desarrumada...reinventaram o negócio como se fosse o último grito) e tantas outras regras que aparecem diariamente.

E quer saber? Gosto de moda sim, mas ninguém vai mandar nas minhas blusas de oncinha e nas minhas bermudas de alfaiataria, nas minhas sapatilhas e nas minhas bolsas kawaii ou de senhorinha.

Não posso deixar de falar de quem quis se "enfiar" nesse meio como jornalista sem ser e fingiu ser...eu nunca neguei que sou publicitária (Redatora) e gosto de tendências, de moda, de estilo...mas nunca quis passar por jornalista. Eu, nesse período que tenho escrito, sempre fui a Cintya, editora do Olhar na Moda, o que não me faz jornalista, porque NÃO sou diplomada nisso e sim, meu diploma é em Publicidade e Propaganda. Editora, para que fique claro, é aquela que edita textos e não que é específicamente jornalista.

Bom, essa conversa eu precisava ter comigo mesma e fico feliz se você a leu...rs. 

Ás vezes é preciso abrir o armário e tirar as revistas, os papéis, as idéias, as ideologias antigas, que não nos servem mais, que estão rabiscadas, amassadas...é isso. Faz muito bem, sempre repito isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Gostaria de saber o que você pensa sobre o assunto =)