segunda-feira, 6 de março de 2017

A atual polêmica de Saint Laurent

Saint Laurent voltou a ser tema de controvérsia em torno de imagens recentes de sua campanha da Primavera de 2017, apenas dois anos com a proibição do anúncio com Kiki Willems no Reino Unido, pela preocupações da demonstração de "magreza doentia". 

As duas imagens em questão estão sendo criticadas pelo órgão regulador de publicidade da França, a ARPP, após acusações de que as duas imagens em questão são "degradantes" para as mulheres, como relatado originalmente pela Reuters.


A campanha apresenta a modelo Fernanda Oliveira em patins e redes de pesca; Em uma imagem, acima, ela está fotografada deitada, com as pernas semi-cruzadas e abertas, enquanto que no segundo, abaixo, ela está sentada em uma cadeira com a virilha mal escondida atrás do braço. 


"Pedimos à marca e ao publicador de anúncios que alterassem esses elementos visuais o mais rápido possível", disse Stephane Martin, diretor da ARPP, à Reuters, acrescentando que os anúncios não conseguiram manter "dignidade e respeito na representação da pessoa". (Esta não é uma ocorrência nova, anúncios de Calvin Klein Primavera de 2016 também foram fortemente analisados ​​após uma imagem da campanha com um tiro up-saia da atriz Klara Kristen foi viral.)

Além das reivindicações sobre descrições de mulheres de menos de bom gosto, a AARP também está afirmando que - como foi o caso durante o debate da Primavera de 2015 - a estrutura fina do modelo também pode estar enviando a mensagem errada a jovens mulheres e adolescentes que poderiam sentir pressão para aderir a uma imagem do corpo saudável. 





Fonte: Fashionista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Gostaria de saber o que você pensa sobre o assunto =)